fbpx

Nesse artigo, eu vou analisar trechos de uma letra de música tocada no filme “The Greatest Showman” para que você não somente leve alguns belos ensinamentos para casa, mas também entenda o porquê que o Wolverine é life coach.

.
.

Revisitando alguns ótimos filmes

 

Eu estava assistindo novamente o filme “The Greatest Showman”, um musical que conta com o Hugh Jackcman, o Wolverine, e com o Zac Efron, do High School Music

 

E eu me peguei viajando numa cena onde os dois estão cantando… Uma letra animal que se tornou um verdadeiro convite para refletir a respeito da vida.

 

Isso, de repente, me levou a pensar: “Porque não trazer mini análises de filmes para despertar nas pessoas alguns insights poderosos e necessários?”.

 

De uns tempos para cá, eu venho revendo vários filmes, tanto desenhos da Disney quanto filmes blockbuster como esse. Eu e minha esposa Taíssa vimos boa parte deles há bastante tempo e agora, reassistindo, estamos dando uma atenção maior aos detalhes.

 

Dessa forma, passamos a observar e a absorver melhor algumas passagens, diálogos… E o legal é que agora podemos perceber a profundidade de algumas cenas, o que gera bastante aprendizado.

 

Uma verdadeira aula de coach 

 

Vamos conferir agora as correspondências dos trechos originais e sua tradução para o português e entender a sua importância para determinados aspectos da nossa vida.

 

Trecho 1

 

  • “You run with me and I can cut you free out of the drudgery and walls you keep in”
  • “Vem comigo que eu irei te libertar do trabalho sofrido e dos muros que te aprisionam”.

 

Nesse primeiro trecho, percebemos um autêntico convite para despertar da matrix e se libertar desse sistema opressor que vivemos hoje. Ou seja, é necessário sair da caixinha e construir uma vida que nos agrade.

 

Trecho 2

 

  • “So trade your typical for something colorful, and if its crazy, live a little crazy”.
  • “Então, troque o normal, o óbvio e o rotineiro por algo mais colorido, mais vivo… E, se parece maluquice, viva de forma um pouco mais louca, aventureira…”

 

Para que economizar felicidade? Para que economizar vida? Saia da mediocridade… Vamos fazer a vida valer a pena agora mesmo!

 

Trecho 3

 

  • “You can play it sensible, a king of conventional… or you can risk it all and see”
  • “Você pode ir devagar e jogar calmo, um rei do convencional.. Ou arriscar tudo e ver no que vai dar”

 

E aí, vai ficar na sua zona de conforto infeliz e acomodado com sua vidinha convencional, mais ou menos? Ou prefere arriscar tudo e ver no que vai dar?

 

Aos espíritos mais corajosos, muitas vezes está reservado o melhor da vida… Arrisque-se mais!

 

Trecho 4

 

  • “Don’t you wanna get away from the same old part you gotta play”
  • “Você não quer fugir do velho papel que tem que interpretar”

 

As máscaras que a sociedade nos impõe no trabalho, na família, com os amigos, etc. nos afastam da nossa essência, de quem realmente somos. Portanto, seja autêntico e viva o seu verdadeiro eu.

 

Trecho 5

 

  • “Cause I got what you need so come with me and take the ride, I’ll take you to other side”
  • “Porque eu tenho o que você precisa, então, vem comigo e embarque nessa carona, que eu vou te mostrar o outro lado”.

 

Uma bela sessão de descoberta experimental aqui, não? Nada como poder ser guiado e descobrir os nossos propósitos de vida…

 

Trecho 6

 

  • “Cause you can do like you do or you can do like me, stay in the cage or you finally take the key”
  • “Porque você pode continuar fazendo o que você faz ou fazer como eu faço, você pode permanecer na sua jaula ou pegar a chave e finalmente se libertar”.

 

Não se acomode no lugar em que você está ou com a situação atual da sua vida caso ela não seja aquilo que você sonha… Procure pela chave da sua própria libertação e viva de maneira livre.

 

Trecho 7

 

  • “Oh damn it, suddenly you’re free to fly, I’ll take you to the other side.”
  • “De repente, você está livre para voar, eu vou te levar para o outro lado”.

 

Finalmente, você se libertará da matrix e vai poder se expressar em todo seu potencial e ter uma vida que valha a pena!

 

Trechos 8 & 9

 

  • “Okay, my friend, you want to cut me in, well I hate to tell you, but it just won’t happen”
  • “Valeu, meu amigo, mas não vai rolar…”

 

  • “So thanks, but no, I think I’m good to go, ‘Cause I quite enjoy the life you say I’m trapped in”
  • “Muito obrigado, mas não, e vou indo porque eu desfruto da vida que você diz que eu estou preso…”

 

Olha as crenças limitantes, autossabotagens e a vontade de ficar na zona de conforto… Elas são mais reais do que você imagina, estão presentes em muitos momentos do nosso dia a dia…

 

Portanto, não deixe que esse tipo de coisa te impeça de ver além!

 

Trecho 10 & 11

 

  • “Now I admire you, and that whole show you do, you’re onto something, really it’s something”
  • “Eu até admiro você e o seu show… A forma que você vem vivendo é interessante”.

 

  • “But I live among the swells, and we don’t pick up peanut shells, I’ll have to leave that up to you”
  • “Mas, eu vivo entre os ricos e não pegamos cascas de amendoim, isso, eu vou ter que deixar com você…”

 

Aqui novamente o conforto do salário, benefícios da empresa, seguranças da vida e o ego falando que não irei começar do zero, de baixo… Depois de tudo que conquistou, a ideia é não deixar tudo pra trás e se juntar aos iniciantes.

 

Trechos 12 & 13

 

  • “Don’t you know that I’m okay with this uptown part I get to play”
  • “Você não vê como eu estou bem com esse papel de rico que eu interpreto”

 

  • “Cause I got what I need and I don’t want to take the ride, I don’t need to see the other side”
  • “Porque eu tenho o que eu preciso e eu não quero pegar a carona, eu não preciso ver o outro lado”

 

Olha a negação e a autossabotagem de bicho agora! Um grande perigo!

 

Trechos 14 & 15

 

  • “So go and do like you do, I’m good to do like me, Ain’t in a cage, so I don’t need to take the key”
  • “Então, vá e faça como você faz, eu estou bem para fazer o que faço… Não estou em uma jaula, então eu não preciso pegar a chave”.

 

  • “Oh, damn! Can’t you see I’m doing fine, I don’t need to see the other side”
  • “Oh, droga! Você não pode ver que estou bem, eu não preciso ver o outro lado”

 

Aqui, mais uma vez, ele vem mostrando a realidade para o outro…

 

Trecho 16

 

  • “Now is this really how you like to spend your days? Whiskey and misery, and parties and plays”
  • “É realmente assim que você gosta de passar os seus dias? Whiskey e miséria, e festas e peças de teatro”

 

Você acredita que desperdiçar a sua vida é realmente aproveitá-la?? Vícios, fugas, festas, jogos políticos… Nada disso é capaz de preencher… Desperte!

 

Trecho 17

 

  • “If I were mixed up with you, I’d be the talk of the town, disgraced and disowned, another one of the clowns”
  • Se eu estivesse misturado com você, eu seria o assunto da cidade, desgraçado e rejeitado, outro dos palhaços.

 

O medo do julgamento e do que os outros vão pensar nos impedem de ir além, de alçar voo mais demorados…!

 

Trecho 18 & 19

 

  • “But you would finally live a little, finally laugh a little, just let me give you the freedom to dream and it’ll wake you up and cure your aching”
  • “Mas, você finalmente iria viver um pouco, finalmente rir um pouco, apenas deixe-me te dar a liberdade de sonhar e ela vai acordá-lo e curar sua dor”.

 

  • “Take your walls and start ’em breaking, Now that’s a deal that seems worth taking, but I guess I’ll leave that up to you”
  • “Pegue suas paredes e comece a quebrá-las, agora este é um negócio que parece que vale a pena, mas eu acho que eu vou deixar isso para você”

 

E aqui o coach não pode tomar a decisão pelo coachee… Mas, sim, deixar para ele seguir em frente com o objetivo de se reinventar ou não…

 

Conclusão 

 

Então, é isso!

 

Espero que essa mensagem tenha te tocado e que você realmente possa focar em cada um de seus sonhos!

 

Nesse diálogo entre as personagens, eu vi bastante valor para a vida, por isso, resolvi trazer essa reflexão aqui…

 

Ao longo de um processo de transformação, é comum nos autossabotarmos… Assim, o medo de se arriscar, do julgamento dos outros nos impede de seguir em frente.

 

Portanto, aceitar a vida convencional, do sistema, da matrix, uma vida mais ou menos, com as ilusórias seguranças onde interpretamos um papel diante dos olhos da sociedade é muitas vezes uma escolha e não precisamos aceitá-la.

 

Esquece a ideia de fazer o que os nossos pais querem que a gente faça… O importante é o que você deseja para a sua vida.

 

Pensamos em todo mundo: chefe, companheiro(a), colegas de trabalho, amigos e esquecemos da pessoa mais importante para fazer feliz… Que somos nós mesmos! Portanto, viva mais para você! Viva o agora!

Wolverine é life coach! Saiba o porquê...

.


Se quiser saber mais sobre esse conceito…

  • Dá uma olhada no meu canal aqui no YouTube onde compartilho vídeos semanais sobre essas estratégias.
  • Siga-me no Instagram onde eu compartilho as minhas viagens, aprendizados e hacks diários nos Stories para viver melhor do que um milionário.
  • E caso tenha interesse de reinventar seu estilo de vida, eu também ofereço uma sessão experimental aqui (mas apenas para quem estiver comprometido em investir tempo e dinheiro em seu próprio crescimento).

.


.

E aí, curtiu o artigo? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com alguém que você acredita que possa ajudar!