fbpx

Você já teve a impressão de fazer uma viagem e voltar dela com aquela sensação de que não foi muito legal, que foi mais do mesmo, aquela viagenzinha quadrada, praticamente sem graça?

Hoje, nesse texto, eu vou compartilhar com você sete dicas para tornar a sua próxima viagem uma verdadeira aventura.

 

Mais aventura na sua viagem

Simples viagens podem ter um espírito aventureiro, por isso, vou te mostrar um pouco mais como aproveitar melhor seus próximos passeios.

Para criar essa lista, tomei como inspiração o podcast chamado Optimal Living Daily, onde uma pessoa lê artigos escritos por outras pessoas.

Por fim, vou elaborar algumas ideias e trazer exemplos interessantes para tornar sua viagem mais aventureira.

 

1 – Escolha um destino que seja improvável

Certifique-se que o seu destino seja onde seus amigos não conheçam ou que tenha pouca informação em guias, blogs de viagens e tal. Aquele tipo de viagem que você vai um pouco no escuro. Essa é uma importante escolha para trazer mais aventura para a sua viagem.

E não estruture demais a sua agenda… isso acaba deixando pouca margem para o espontâneo e para as maravilhas que acontecem quando improvisamos.

Dessa forma, então, na próxima viagem, em vez de escolher os hotspots, onde todo mundo está indo, escolha aqueles lugares que ainda estão sendo descobertos, que pouca gente está comentando. Uma Malásia da vida ou outros lugares mais remotos vão fazer da sua experiência única.

 

2 – Redes sociais

Eu sei como é importante compartilhar aquelas fotos maravilhosas, com filtros lindos no Instagram.

E isso faz parte também de você mostrar para o mundo, família e amigos o que você está vivenciando. É algo importante… eu entendo.

No entanto, reserve isso para momentos específicos.

Não fique ligado 100% nas redes sociais, na internet, e-mail.

Desconecte um pouco. Deixe isso, se for realmente necessário, para alguns momentos no final do dia, que você possa fazer com calma.

Quando estiver em lugares, aproveite o local, vivencie aquela sensação única, aproveite as maravilhas que a viagem pode proporcionar através das pessoas, das conexões, das paisagens estonteantes dos cheiros… 

Portanto, se você só estiver no mundo virtual, seja no Instagram, no Facebook ou no WhatsApp, por exemplo, falando, compartilhando, fazendo stories, você acaba não aproveitando ao máximo.

Então, minimize o uso.

Caso queira ser ainda mais radical, se desconecte completamente, tenho certeza que a sua experiência pode ser ainda mais incrível.

 

Mas, meu trabalho exige conexão…

Dessa forma, você precisa ser o mais organizado possível e reservar momentos no dia a dia para realizar o seu trabalho.

Existem muitos fotógrafos que trabalham assim, por exemplo, com blogs de viagem.

Nesses casos, você definitivamente pode curtir seus momentos, sem negligenciar a sua profissão.

 

3 – Viaje low budget

Todo mundo tem seu estilo de viagem. Algumas pessoas gostam de mais conforto, sofisticação, outras vão no estilo mais acessível. Mas, a questão aqui é: tente viajar low budget.

Assim, viajar com um “orçamento mais baixo” te permite improvisar durante a viagem, ter mais surpresas.

Isso não acontece tanto quando você está acostumado a hotéis cinco estrelas, ótimos restaurantes, só coisa top, pois você acaba indo mais seguro, com tudo roteirizado. 

Óbvio que o conforto é uma ótima experiência. Mas, mudar um pouco de rotina é sempre interessante.

Se hospede em albergues ou durma no sofá de alguém no couchsurfing, se estiver sozinho. Tente um airbnbs mais low cost, como uma casinha de bambu na Malásia.

A ideia aqui é, portanto, que você saia da sua zona de conforto. Experimente coisas mais locais como, por exemplo, restaurantes mais baratos, onde você vai ter uma comida mais típica e menos sofisticada.

Em relação ao transporte, não fique apenas usando táxi e UBER, experimente o serviço público do lugar.

Quando você pega um ônibus ou um metrô da cidade, você entende muito mais e, às vezes, pode rolar uma aventura inesperada.

 

Experiência própria…

Uma vez, eu fui pra Alemanha para jogar um torneio de vôlei de praia com o Roninho, um parceiro meu, e acabou que a gente pegou o trem e não sabia que o ticket era só de uma ida.

Como o ticket não era do dia todo, fomos parados pelos policiais. Um cara tentou falar pra gente fugir, até botou a bicicleta na frente dos policiais. A gente não tava entendendo nada.

Enfim, foi uma puta aventura, a gente depois trocou uma ideia com o policial, ele foi lá, explicou para a gente, não pagamos nenhuma multa, só compramos o ticket diário.

Mas, esse tipo de coisa só acontece se você se expor. Ou você vai ficar no táxi aqui e ali e é a segurança.

 

4 – Ajude pessoas

Têm várias formas de fazer isso na sua viagem.

Você pode planejar um pouco mais isso e fazer um voluntariado. Podem ser alguns dias, algumas semanas, mas quando você faz o bem, tem o senso de contribuição muito legal que torna sua viagem especial.

Por exemplo: você pode simplesmente dar carona na rua. Isso aconteceu com a gente uma vez.

Conhecemos um casal de meninas muito simpáticas que estavam explorando o mundo. Elas eram bem novinhas, com 18 anos, e estavam trocando a hospedagem por um trabalho em uma fazenda.

A carona foi lá na casa da puta que pariu, mais de meia hora, mas foi muito legal poder ajudá-las. 

Isso despertou na gente um novo formato de observar as viagens, sempre ligado em alguém que pudéssemos ajudar.

Em outra oportunidade, a gente conheceu uma brasileira num camping. Ela estava viajando 22 dias pela Nova Zelândia, sozinha. Maior barato! História de vida maneiríssima. A gente acabou fazendo um jantar junto. Foi uma experiência incrível conhecer uma pessoa nova, com uma história legal.

Coisas assim, você simplesmente não espera e lapidam sentido de qualquer viagem.

 

5 – Pergunte sempre aos locais

Sem dúvidas, é o que mais vai te ajudar a tornar sua viagem uma aventura.

Isso acontece porque as pessoas locais conhecem melhor do que ninguém a região e podem te contar aqueles segredinhos que não estão no guia de turismo ou indicar aqueles restaurantes onde eles comem.

Experiências que não serão necessariamente boas para você, mas vai te levar ter a surpresas positivas ou negativas com as descobertas.

Certamente, essa vai ser uma grande aventura. É uma oportunidade de fazer novas amizades, também.

Na maioria dos países, as pessoas são simpáticas, dão dicas, ajudam a te levar aos melhores locais e, muitas vezes, te acolhem na própria casa.

Dessa forma, se você puder conhecer um pouco mais do que os guias e os blogs dizem, com certeza, sua viagem será muito mais especial.

 

6 – Se perca nas estradas

Vale a pena levar um GPS, é sempre bom ter um plano B, mas se perder em estradas, chegar em vilarejos, conhecer cidades e novas rotas é muito legal.

Confie na sua intuição, nas placas, mesmo que você não entenda tudo. Assim, você vai tornar sua viagem muito mais aventureira e ser um explorador.

Pode ser que chova bastante o final de semana e você atole em alguma pontinha da Ilha, como aconteceu com a gente nesses últimos dias. Por fim, contamos com a ajuda de um cara passando na rua para nos puxar.

Mas, isso tudo torna a viagem única e com um gostinho muito maior de aventura e descoberta.

Eu, pela primeira vez, vivenciei aquela famosa cena do filme onde a mulher está no carro acelerando, e o cara está atrás empurrando, com a lama vindo toda na cara.

Então, esse tipo de coisa é legal contar. Um pouco de aventura, pitadas que vão deixando sua viagem mais interessante.

 

7 – Ouse nos restaurantes

É muito legal quando você pede algo sem saber o que é ou vai naquele prato meio bizarro.

Quando a gente foi no Japão nessa última vez, pedimos cérebro de caranguejo. Acredite, foi uma delícia!

Quando tem muita opção, por exemplo, eu pergunto pra pessoa: “Qual é o seu top 3?”. Assim, eu peço uma das opções. é esse tipo de coisa que vai trazer pequenas surpresas que vão apimentando sua viagem.

Imagine um gringo ir para o Brasil e não experimentar coração de galinha, que para a gente é bem normal. Mas, para muita gente, isso é coisa de canibal maluco. Então, a pegada é justamente essa.

O importante é você ser criativo, pensar em formas de se desafiar, sair da zona de conforto e testar coisas novas. 

Experimente coisas não tão óbvias, porque, com certeza, isso será um pouco mais de história para contar quando voltar para casa. Assim, você vai ter muita história para contar

Mas, pode ter certeza de uma coisa: são os perrengues que você vai lembrar, que você vai dar risada.

É muito importante não planejar tudo, dessa forma, você dá margem para outros perrengues acontecerem e mais experiência ser acumulada.

Superar esses perrengues te torna mais forte, mais experiente para a próxima viagem.

Tente sempre pensar em como trazer uma pitada a mais de aventura. E, se você se permitir, certamente sua próxima viagem será uma verdadeira aventura.

Ian Borges Lifestyle Strategist - viagem aventura


Espero que tenha curtido esse artigo! Como presente, gostaria de te oferecer uma sessão de coaching experimental (valor de R$600) gratuita para dar os primeiros passos na direção de uma vida com mais sentido e liberdade.

Nessa sessão, eu vou te ajudar a ser tornar mais protagonista de sua própria vida. Ou seja, descobrir sua arte, conquistar a confiança para se dedicar a um projeto que ame, e modelar seu lifestyle para viver uma vida que valha a pena!

Infelizmente eu não posso garantir que esse presente ainda esteja disponível na data que você estiver lendo esse artigo. Então espero que entenda que há um número limitado de sessões oferecidas e depois, provavelmente, não haverá mais.

Para agendar um horário, é só clicar aqui. E aí, vamos seguir em frente?


E aí, curtiu o artigo? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com alguém que você acredita que possa ajudar!