fbpx

Nesse artigo, eu vou te explicar como ter disciplina para ser produtivo com seu projeto durante uma viagem sem deixar de aproveitar o local.

.
.

Será que isso serve pra mim?

.

Se você já conquistou mais flexibilidade com seu trabalho e consegue fazer algumas viagens levando seu laptop para trabalhar…

.

No entanto, não está conseguindo equilibrar bem o ritmo de trabalho com a oportunidade de aproveitar o local… Esse artigo é pra você!

.

Devo dizer que esse artigo vai te acrescentar muito na sua vida, pois você poderá entender melhor a relação entre produtividade x diversão.

.

Se esse não for o seu caso, dê uma pesquisada sobre o conceito do nomadismo digital. Nesse vídeo aqui eu explico O Que É Ser Um Nômade Digital.

.
.

Mas, porque isso é tão importante?

.

Porque não adianta você ficar trabalhando pensando em conhecer o local.

.

Nem ficar passeando com culpa, pensando coisas como:

.

Mas, eu tinha que estar produzindo… Assim, não vou chegar a lugar nenhum… Isso não é férias!

.
.

Como foi a minha própria experiência?

.

Eu já passei muito por isso, principalmente no início dessa vida nômade…

.

Nesse período, eu ainda estava desenvolvendo o músculo da disciplina, desenhando minhas rotinas de trabalho e tentando encontrar esse equilíbrio ideal.

.

Com a experiência, foi ficando mais fácil de lidar com esse sentimento e estabelecer rotinas e acordos comigo…

.

Dessa forma, eu passei a conseguir aproveitar ao máximo tanto meu trabalho como o local onde eu estiver viajando.

.

Então, vamos aos passos que eu fui implementando para ter disciplina e criar rotinas para aproveitar bem as duas coisas…

.
.

Mas, como eu posso conseguir isso?

.

Passo 1: Adapte sua agenda ao fuso horário e a outras pessoas que você precisa interagir no trabalho

.

Você precisa trabalhar de forma síncrona com alguém?

.

Ou seja, entrar em reuniões por vídeo conferência, atender online, estar disponível para interações ou algo do tipo?

.

Esse é um ponto fundamental para determinar a sua agenda ao longo do dia!

.

Dessa forma, talvez você esteja na Europa 5 horas a frente do Brasil, ou na Ásia 10 horas na frente ou até 14 horas na Austrália…

.

O importante é você definir um período mínimo (2h a 4h) para concentrar essas interações (se for necessário).

.

Idealmente, você poderá fazer tudo de maneira assíncrona, ou seja, sem interações ao vivo, simultâneas.

.

Mas, isso vai , com certeza, depender de cada projeto…

.

Dependendo da parte do mundo que você estiver, esse período pode ser bem cedinho,ou bem tarde…

.

Eu sugiro concentrar nos extremos do dia e já vamos ver o porquê…

.
.

Aplicação no detalhe

.

Eu lembro de quando eu estava na Austrália, pois a minha equipe estava distribuída por EUA, Brasil e Europa!

.

Dessa forma, o horário que funcionava para conciliar a agenda de todos para as reuniões de equipe era as 5h da manhã para mim.

.

Duro, né?

.
.

Passo 2: Determine quantas horas por dia você deve trabalhar 

.

Aqui não tem regra e vai depender da sua produtividade.

.

Mas, você precisa começar com um norte.

.

Se estiver na dúvida, busque 8 horas com flexibilidade de menos ou mais, dependendo dos programas que você for realizar na viagem.

.
.

Aplicação no detalhe

.

Por exemplo, no dia que nos fomos fazer um passeio para visitar os 12 Apóstolos em Melbourne, tínhamos que sair às 9h

.

Então, só pude trabalhar 4h nesse dia.

.

Mas, no dia seguinte, eu compensei trabalhando um pouco mais…

.
.

Passo 3: Determine o periodo de trabalho e estabeleça uma rotina

.

Agora que você sabe quais horários precisa estar online e quanto tempo de trabalho precisa para avançar com seu projeto, você precisa fazer disso uma rotina.

.

Por exemplo, na Austrália, eu tinha o período das 5h-7h para interagir com a equipe…

.

Dessa forma, eu passei a acordar 4h30, fazer um pequeno ritual matinal com uma meditação mais curta e apenas meu copo com limão e água…

.

Inclusive, veja esse vídeo onde eu falo sobre RITUAL MATINAL DE UM MILIONÁRIO SEM MILHÕES

.

Assim, até as 7h, eu focava nas tarefas mais interativas. Depois disso, eu fazia um leve break e voltava a focar em outras tarefas até 12h.

.

Essa era a minha rotina de trabalho.

.

Depois das 12h, eu estava liberado para aproveitar o dia como eu quisesse!

.

Dessa forma, eu poderia ir para:

.

  • praia
  • cinema
  • comer fora
  • academia
  • parques
  • exposições
  • teatros…
.
.

Passo 4: Identifique programas mais longos que você queira fazer para antecipar a agenda

.

Na maioria dos dias, aproveitávamos os programas mais locais pela cidade!

.

Era ótimo, pois podíamos fazer coisas em horários que a maioria das pessoas estava trabalhando, dessa forma, evitávamos o rush

.

Mas, quando havia um passeio mais longo, ou alugávamos um carro para visitar uma cidade próxima e tal, era importante nos programar…

.

Assim, a gente já bloqueava a agenda, eliminando reuniões e antecipando entregas para não prejudicar o andamento dos projetos.

.

Ou, simplesmente, priorizávamos os finais de semana para não alterar muito a dinâmica de trabalho.

.
.

Passo 5: Esteja presente

.

Esse é um dos pontos mais importantes!

.

Seja lá o que estiver fazendo… Esteja presente!

.

Se for no trabalho, dê o seu máximo ali: seja muito produtivo e não fique pensando na praia que você poderia estar pegando…

.

E a mesma coisa quando estiver na praia numa terça-feira, às 14h…

.

Não fique pensando:

.

Caramba, eu devia estar respondendo os meus e-mails…

.

Essa dinâmica só te fará ficar ansioso e você nunca aproveitará o que estiver fazendo.

.

Então, fique atento a esse reflexo, pois é natural você estranhar estar na praia no meio da semana com um monte de coisas para resolver no trabalho.

.

Mas, lembre-se…

.

Acordar às 4h30 para entrar num videocall às 5h também não é normal… Nada aqui é normal e essa é a magia!

.
.

Passo 6: Seja criativo

.

Precisa trabalhar e o dia está lindo e você não para de pensar na praia…?

.

Simples… junte as suas coisas e vá para a praia! Isso mesmo!

.

Encontre um café com vista para o mar com wi-fi ou onde você possa espelhar o seu 4G e trabalhar de lá…

.

Quebre, portanto, a sua rotina… Encontre locais inspiradores.

.

Dessa forma, a sua produtividade irá aumentar e você terá a oportunidade de aproveitar o local de outra forma…

.

E, como consequência, ainda poderá dar um mergulho nos breaks!

.
.

Passo 7: Seja flexível e adapte!

.

E, por último, lembre-se…

.

Esse novo estilo de vida é tão incrível justamente por ser flexível! Você agora tem mais liberdade para desenhar sua rotina de trabalho…

.

Então, teste, experimente, adapte-se e não se culpe se uma estratégia nao der certo… Vai lá e testa outra.

.

Cada país vai ter uma dinâmica diferente, cada projeto vai exigir uma rotina específica…

.

São tantas as variáveis que não dá para seguir uma fórmula única de sucesso.

.

E, desenvolvendo o músculo da adaptabilidade, você poderá ajustar suas rotinas rapidamente em função do novo país e viagem.

.
.

Aplicação no detalhe

.

Por exemplo, na Europa, geralmente eu tiro o período todo da manhã e início da tarde apenas para mim e para aproveitar o local…

.

Assim, só começo a trabalhar depois do almoço, pois assim aproveito o horário da manhã de trabalho no Brasil.

.

Isso funciona superbem pra mim também, bem diferente da rotina na Austrália.

.

Mas, Ian, eu nao consigo trabalhar de jeito nenhum cedinho

.

Beleza!

.

Então, adapte a sua agenda e talvez você prefira trabalhar de madrugada.

.

Ian, eu estou viajando de férias e não quero trabalhar

.

Então, não trabalhe!

.

Se é férias e você está desconectando do trabalho, fica mais fácil ainda…

.

Aqui eu estou falando de quem viaja e precisa trabalhar no seu projeto, mas não quer deixar de aproveitar o local.

.

Mas, Ian, eu entrei nessa vida para não ter rotina nem disciplina, eu quero ser livre para fazer o que quiser quando quiser e como quiser

.

Cuidado com esse conceito, pois é a disciplina e as rotinas que te trarão a verdadeira liberdade.

.

Se você só viver no freestyle, dificilmente você conseguirá avançar com seus projetos enquanto viaja.

.

Férias é férias…

.

Nomadismo digital trabalha com uma flexibilidade maior, mas exige muita disciplina e rotina

.

Dessa forma, se você não quiser esse caminho, é melhor nem começar para não se frustrar…

.
.

Conclusão

.

Então, é isso!

.

Espero que esses 7 passos possam te ajudar, portanto, a ser mais produtivo e equilibrar bem trabalho com viagem nessas suas próximas aventuras.

.

Se quiser saber mais sobre esse conceito…

  • Dá uma olhada no meu canal aqui no Youtube onde compartilho vídeos semanais sobre essas estratégias.
  • Siga-me no Instagram onde eu compartilho as minhas viagens, aprendizados e hacks diários no Stories para viver melhor que um milionário.
  • E caso tenha interesse de reinventar seu estilo de vida, eu também ofereço uma sessão experimental aqui (mas apenas para quem estiver comprometido em investir tempo e dinheiro em seu próprio crescimento).

.

E aí, curtiu o artigo? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com alguém que você acredita que possa ajudar!