fbpx
Nesse artigo, eu vou compartilhar um simples hack minimalista que vai te ajudar a limpar o seu armário e, ainda, fazer o bem!
.
.
.

O que é minimalismo?

.
Caso você não conheça ainda o minimalismo, ele é, portanto, uma filosofia de vida que acaba nos ajudando a trazer mais intenção para nossas compras de forma a minimizar a compulsão e o acúmulo desnecessário.
.
Dessa forma, você estará bem mais consciente para focar naquilo que realmente importa na sua vida.
.
E, quando falamos de roupa, muita gente acaba comprando e acumulando muito mais do que precisa, né?
.
Então, hoje vou te apresentar uma poderosa técnica para destravar o seu guarda-roupa cheio de infinitas coisas e ainda fazer o bem para seus amigos, familiares e outros!
.

Para maiores informações, CLIQUE AQUI e veja um vídeo em que eu falo o que é minimalismo e quais os benefícios para a sua vida.

.
.

Porque atitudes minimalistas são importantes?

.
Infelizmente, todos nós estamos envoltos por uma cultura capitalista que nos estimula a comprar cada vez mais coisas que não precisamos, com o dinheiro que não temos, para agradar pessoas que não gostamos!
.
E a quantidade de roupas que vamos acumulando e que não usamos certamente é um desperdício muito grande, pois tem muita gente que precisa bem mais que você!
.
.

O minimalismo na minha vida!

.
Durante muito tempo, meu armário era infinito!
.
Houve uma época da minha vida em que eu era patrocinado pela Osklen.
.
E, quando fui campeão mundial de vôlei de praia, então, eu pegava váias peças todos os meses, além de ter centenas de óculos escuros, pois eu também era patrocinado pela Oakley e ganhava outros em vários torneios.
.
Depois, eu morei nos EUA por duas vezes e comprei muita coisa nas promoções e outlets.
.
Só na Guess, por exemplo, fui em tempo de promoções em cima de promoções e acabei comprando umas 30 camisas, 3 calças e 1 bermuda por 150 dólares…
.
Agora, me diz: O que fiz com tudo isso?
.
.

Continuava entulhando no armário…

.
Quando comecei a trabalhar na L’Oréal, passei a acumular camisas sociais. Depois, quando fui morar fora na França, comecei a comprar roupas de frio…
.
Então, para um pouquinho pra imaginar o quanto roupa eu não tinha depois de 10 anos acumulando que nem um descontrolado!
.
Imagina como que ficou o meu armário!!
.
E, depois que eu virei nômade digital e passei a não ter casa fixa, simplesmente não tinha como manter esse estilo acumulador!
.
CLIQUE AQUI e veja esse vídeo em que eu mostro o que eu não compro mais em minhas viagens.
.
E foi daí que eu criei o conceito do Bazar da Alegria… E vou te explicar melhor como funciona…
.
Milionário sem milhões - Ian Borges - Porquê
.
.

Como funciona o “Bazar da Alegria”?

.
.

Primeiro passo: tire um dia para limpar seu armário inteiro!

.
Idealmente em um sábado ou em um domingo!
.
Para isso, chame um amigo ou amiga, coloque música. Caso esteja sozinho, coloca série que você gosta, ouça podcast ou simplesmente curta o momento e comece tirando tudo do armário!
.
Isso mesmo, tudo!
.
Faça como se tivesse se mudado para o apartamento.
.
Dependendo do tamanho do seu armário, ou espaço disponível na casa, você pode fazer por partes também…
.
Mas, eu aconselho um dia inteiro e tudo de uma vez.
.
.

Segundo passo: Categorize suas roupas

.
Agora, portanto, é hora de separar em 3 categorias:
.
  • Amo de paixão e não consigo viver sem;
  • Gosto, mas não uso tanto;
  • Não uso nunca.
.
Ah! E uma forma de ajudar nessa reflexão, é ver roupas que você não usa há 6 meses ou 1 ano ou que você nem lembrava que tinha.
.
Com certeza, essas são excelentes candidatas para entrar nas 2 últimas categorias.
.
.

Terceiro passo: Arrume seu armário com as roupas que você ama de paixão

.
Agora que você separou tudo, organize, por fim, o armário novamente com as roupas que você ama de paixão.
.
E, se ficar na dúvida, manda para a categoria do “Gosto, mas não uso tanto”. Sem piedade!
.
Até aqui, você já deve se sentir uma nova pessoa, mas seu quarto ou casa ainda está um grande caos…
.
.

Quarto passo: Separe as outras peças e estoque

.
Agora é hora de colocar as 2 outras categorias de roupa naqueles sacões de lixo pretos ou caixas e estocar tudo isso.
.
Você verá, assim, como elas não vai te fazer falta alguma!
.
.

Quinto passo: Organize um Bazar da Alegria e convide amigos e familiares

.
Aqui, você irá escolher uma data ou aproveitar uma data importante na família…
.
Pode ser em um aniversário de um tio, natal ou até mesmo criar um evento
.
Em seguida, convide seus amigos e familiares para o Bazar da Alegria!
.
E, nesse Bazar, você disponibilizará todas essas roupas estocadas para as pessoas pegarem o que quiserem.
.
Mas, deixe claro que para isso existe uma condição: que eles troquem por uma peça que possuam. Qualquer peça!
.
Isso estimulará as pessoas a fazerem o mesmo exercício.
.
Milionário sem milhões - Ian Borges - Bazar da Alegria

.

O que fazer com peças valiosas e de apego sentimental?

.
Você pode doar esse tipo de peça de presente para entes mais próximos ou que podem gerar bastante valor na vida de conhecidos que não tem tanta condição de renovar o armário.
.
E você explica que o propósito do Bazar é ajudar instituições com roupas e limpar o excesso do guarda-roupa de cada um.
.
.

Sexto passo: Pesquise instituições que você queira ajudar

.
Agora, você deve pesquisar instituições que precisam desse tipo de doação, ou pedir sugestões para os convidados.
.
E decidir se você doa tudo para uma, ou divide, ou se você mesmo vai distribuir para moradores de rua é uma missão inteiramente sua!
.
.

Sétimo passo: Documente o Bazar e compartilhe com o mundo

.
E, por último, quando realizar o Bazar, tire fotos, faça vídeos, stories e explique o conceito…
.
Dessa forma, as pessoas poderão se inspirar nessa com essa iniciativa e organizar outros Bazares da Alegria pelo mundo…
.
O seu objetivo aqui será conscientizar as pessoas a eliminarem os excessos desnecessários e, ainda, ajudar o próximo também com ações que farão um bem danado.
.
.

Oitavo passo: refaça esse exercício até sentir que não consegue mais fazer e só possui peças que realmente são importantes para ti!

.
Pode ser a cada 6 meses, 1 vez ao ano ou simplesmente quando achar que é o bom momento.
.
“Mas, Ian, me dói muito doar uma peça antiga minha que mesmo que não use, representou algo importante para mim”.
.
Se dói tanto doá-la, simplesmente não doe!
.
Esse não é um exercício para você sofrer…
.
Talvez ainda não seja o momento de dar adeus a essas roupas.
.
Além disso, um amigo meu tem uma técnica muito boa para te ajudar: tire uma foto e guarde-a como recordação daquela peça, ao invés de tê-la no guarda-roupa.
.
Isso pode te ajudar a se desapegar! Pense bem!
.
“Ian, mas eu amo todas as minhas 1500 peças de paixão”.
.
Mas, será mesmo que você ama tudo isso? Você não acha que está se enganando?
.
De novo! Se você achar que não é o momento para fazer esse exercício dessa maneira, doe o máximo que você se sentir confortável, mesmo que sejam poucas peças.
.
Talvez o sentimento de ter feito o bem para outra pessoa possa te estimular a seguir em frente com mais facilidade na próxima vez.
.
.
.

Quando não devo organizar um bazar?

.

“Mas, Ian, eu não tempo para organizar um Bazar e nem saco”.
.
Assim, apenas limpe o seu armário e doe diretamente para quem você quiser!
.
Solicite ajuda de alguém para encontrar uma instituição para você doar!
.
Ou mesmo doe para pessoas que você acredita que vão gostar de receber as suas peças:
.
  • Amigos;
  • Uma escola pública;
  • Pessoas que trabalhem na sua casa;
  • Pessoas do seu prédio;
  • Conhecidos;
  • Desconhecidos;
  • Moradores de rua.
..
Enfim… Opções são o que não vai faltar, então vá lá e faça a sua parte.
.
“Ian, mas eu fico mal de cabeça em doar esse meu caso que custou R$ 2000 para uma instituição ou pessoas que nem conhece essa marca”.
.
Primeiro ponto é que, independente da marca, preço ou status que essa peça possa ter, o que importa para quem receberá a doação é a sua funcionalidade…
.
Mas se você não ficar confortável, dê a roupa de presente para um amigo ou familiar.
.
Em troca, peça que ele doe roupas dele para uma restituição ou que te dê para você doar com o resto das suas…
.
Esse é, portanto, o mesmo conceito do Bazar, mas com peças mais “especiais”…
.
Você pode fazer no um a um com pessoas que você sabe que vão amar aquele vestido, casaco, bolsa, sapato… O que for!
.
.

Conclusão

.
Então é isso, pessoal!
.
Eu realmente espero que o “Bazar da Alegria” faça sentido e diferença para você, pois assim você vai conseguir limpar o seu armário, destralhar suas roupas e, o mais importante, fazer o bem para quem precisa!
.
As suas ações não serão importantes somente para os seus amigos e familiares, ao gerar um escambo bem legal, mas, principalmente, para muitas outras pessoas de repente mais necessitadas, criando essa conscientização e reunindo belas doações em conjunto!
.

Desafio!

.
Vamos fazer um desafio, então?
..
Pegue sua agenda e já separe uma data para você fazer a arrumação do seu armário e convide um amigo ou amiga para te acompanhar nesse dia!
.
Portanto, mande uma mensagem pelo WhatsApp
.
Envia esse artigo para que essas pessoas entendam melhor esse conceito e participem de forma mais consciente.
.
Essa técnica de separar uma data na sua agenda e se comprometer com alguém aumenta as chances de você seguir em frente…
.
Ao final de tudo, compartilha aqui embaixo como foi a experiência e conte detalhes para ajudar outras pessoas nesse processo!
.
.

Se quiser saber mais sobre esse conceito…

  • Dá uma olhada no meu canal aqui no Youtube onde compartilho vídeos semanais sobre essas estratégias.
  • Siga-me no Instagram onde eu compartilho as minhas viagens, aprendizados e hacks diários no Stories para viver melhor que um milionário.
  • E caso tenha interesse de reinventar seu estilo de vida, eu também ofereço uma sessão experimental aqui (mas apenas para quem estiver comprometido em investir tempo e dinheiro em seu próprio crescimento).

 


.

E aí, curtiu o artigo? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com alguém que você acredita que possa ajudar!